Santo Cruzeiro

Santo CruzeiroO Santo Cruzeiro em Piracaia é considerado o Maior Crucifixo do Mundo.
Esculpida em cimento pelo arquiteto José Bonetti, o crucifixo de 14 metros de altura
foi inaugurado em 14 de julho de 1946.
Na década de 30, Piracaia recebeu a visita de uma Missão Passionista que,
encantada pela beleza das igrejas e pela fé do povo piracaiense, deixou um marco
gigante de sua visita, colocando um enorme Cruzeiro, todo em madeira, em um dos
pontos mais altos do município, o Morro da Penha, de onde se avista toda a cidade.
Alguns anos depois, no dia 7 de novembro de 1943, durante um grande
temporal, o imponente Cruzeiro, foi atingido por um raio e se partiu, causando, na
época profunda tristeza à população.
O saudoso pároco de Piracaia, Padre Francisco Amaral, sensibilizado e ciente
da importância da restauração do símbolo da Missão, mandou erigir, em alvenaria,
aquele que mais tarde seria o maior monumento em praça pública dedicada a Santa
Cruz, no Estado de São Paulo.
A obra de arte esteve a cargo do piracaiense José Bonetti, famoso escultor que
com muito carinho, executou seu maior e melhor trabalho artístico.
Juntamente com o Santo Cruzeiro, foi construída enorme escadaria com 590
degraus, ligando a cidade ao monumento, embora também exista uma estrada muito
bem conservada que faz essa ligação.
Desde a sua construção, na década de 40, esse monumento vem recebendo
muitas melhorias e aperfeiçoamentos, tornando-se, além de um bolo de fé, um
tradicional ponto de turismo do município.
Das cerimônias que ali se realizam, indubitavelmente, a mais emocionante é a
tradicional procissão da Sexta-feira Santa, que tem início 4 horas da manhã,
partindo da comunidade de São Braz (Batatuba), até o Sato Cruzeiro, realizando, no
trajeto, 15 paradas, encerrando com a benção do Santo Lenho, aos pés do Cruzeiro,
momento este que, conforme testemunhos, muitas graças são alcançadas por fiéis.
O Santo Cruzeiro de Piracaia, além de ser um marco de arquitetura e obra de
arte, também é m ponto de fé e meditação da Região Bragantina.
Pode-se chegar até o Santo Cruzeiro por uma escada com 590 degraus, com
paradas para descanso, que começa ao lado da Gruta N. S. Aparecida, ou pela Rua
Antonio Poloni. Aberto das 8 ás 18 horas, com entrada franca.

Mapa: