03/11 – Corra Para o Verde – Êxodo Urbano e Resiliência – Piracaia/SP

DESCRIÇÃO DO EVENTO

– Como escolher o lugar onde fazer minha transição?
– Como criar laços com a vizinhança?
– Como fazer parte e/ou construir uma rede no território?
– Como mobilizar o poder público local?

Processo de transição por meio de estratégias biorregional e permacultural.
Como fazer frente ao colapso que está por vir?
.
Devido a convergência acelerada de crises ambientais, energéticas, sociais e políticas, nossa sociedade técnico-industrial está se aproximando de vários pontos de rupturas, que poderão nos levar até um colapso sistêmico e global, ou seja um outro paradigma, com menos energia disponível, ecossistemas mais degradados, clima mais instável, poder público cada vez mais falido, etc…
.
A fuga para fora dos grandes centros urbanos, que poderão ser os primeiros lugares a colapsar, pode ser vista como uma das estratégias. Como iniciar esse processo de transição?
..
Através de um panorama geral sobre os desafios que vamos enfrentar nas próximas décadas e quais seriam nossos futuros desejáveis, o objetivo do workshop é de instrumentalizar a transição, englobando as seguintes temáticas:
.
– Critérios de escolha de território refúgio;
– Princípios permaculturais como elementos norteadores;
– Integração local: vizinhança, iniciativas já acontecendo e poder público;
– A importância de pensar em redes;

A Rizomar é uma ONG sem fins lucrativos que atua em duas frentes: o Projeto EcoTEAR está desenvolvendo ferramentas para articulação de redes da transição ecológica, trabalhando com associações, cooperativas, empreendimentos, orgãos públicos, universidades, comunidades tradicionais e assentamentos. O Corra Para o Verde é uma startup de proptech (tecnologia de propriedade) que auxilia o processo daqueles interessados em iniciar uma transição, direcionando este público para biorregiões “refúgio”, territórios que apresentam características propícias para um Bem Viver, autonomia energética, soberania alimentar e sociobiodiversidade favorável para a construção de um tecido de ajuda-mútua local.
Venha preparar sua transição de maneira prática!
.
✪✪✪ ONDE ✪✪✪CASA VIVA Praça Julio Mesquita, 56Piracaia – SP
✪✪✪ QUANDO ✪✪✪
03/11 – Domingo

✪✪✪ VAGAS LIMITADAS ✪✪✪

✪✪✪ PROGRAMAÇÃO ✪✪✪

✪✪✪ DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA (09:00-12:30) ✪✪✪

✪09:00✪ – Roda de conversa: EM QUE FASE DA TRANSIÇÃO ESTOU?

✪09:30✪ – Pico do Petróleo – Independentemente de quando possa ocorrer, a vulnerabilidade da sociedade técnico industrial em energias fósseis (não-renováveis) são uma ameaça iminente.

✪09:50✪ – A Grande Aceleração – Panorama geral das últimas décadas. As curvas exponenciais e a convergência das grandes crises globais: aquecimento global, sexta extinção em massa, antropização sem freio…

✪10:10✪ – Relação pegada ecológica – biocapacidade
A dinâmica de sistemas e a inevitável contração rápida das curvas para voltar a um equilíbrio. Síntese do modelo World 3 do relatório Meadows.

✪10:30✪ – Roda de conversa – COMO NOS SENTIMOS EM RELAÇÃO ÀS MUDANÇAS QUE ESTÃO POR VIR?

✪✪✪ NECESSIDADE DE PENSAR EM ESTRATÉGIAS DE RESILIÊNCIA (10:50 – 13:00) ✪✪✪

✪10:50✪ – A importância de ter uma visão transversal e territorial
Os “3 Pilares” da resiliência e sua multiescalaridade: Regeneração – Autonomia – Cooperação.

✪11:10✪ – Por que pensar na escala biorregional?
O conceito de biorregionalismo e sua aplicação como estratégia de resiliência territorial.

✪11:30✪ – O Jogo de Cartas – COLAPSO (que nós criamos)
Quem vai conseguir manter seu território resiliênte?

PAUSA PARA O ALMOÇO COLABORATIVO
◕◕◕◕◕◕ favor levar prato (de preferência vegetariano/vegano) para compartilhar ◕◕◕◕◕◕

✪✪✪COMO COLOCAR EM PRÁTICA ESTA ESTRATÉGIA DE RESILIÊNCIA (13:00 – 18:30)✪✪✪

✪13:30✪ – Os 12 Princípios da Permacultura como elementos norteadores

✪✪✪ MÃO NA MASSA! ✪✪✪

✪13:50✪ – Caixa de Ferramentas – FASE 1 – A ESCOLHA DO TERRENO
Após apresentados os fundamentos está na hora de por a mão na massa! Utilização do “Radar Territorial” e o mapa para escolha da terra;

✪15:30✪ – Caixa de Ferramentas – FASE 2 – CONSTRUINDO O MOSÁICO
Após a escolha do terreno, os grupos serão apresentados a uma nova ferramenta, o “Diagnóstico Territorial” ajudará a melhor entender quais as relações existentes;

✪17:00✪ – Caixa de Ferramentas – FASE 3 – DEFINIÇÃO DA ESTRATÉGIA
Com base nas interações criadas, o grupo definirá quais serão as frentes a serem tomadas para execução do planejamento;

✪18:00✪ – Encerramento + confraternização
✪✪✪ DURAÇÃO ✪✪✪
8 HORAS

✪✪✪ CONTRIBUIÇÃO ✪✪✪
✮ VALOR IDEAL ✮ R$120
✮ VALOR MÍNIMO ✮ R$90

✪✪✪ POLÍTICA DE CANCELAMENTO ✪✪✪
✮ Até 27/10: Devolução de 70% do valor investido.
✮✮✮ Após esse prazo não haverá devolução ✮✮✮

✪✪✪ REALIZAÇÃO ✪✪✪
Casa Viva
Projeto EcoTEAR
Corra Para o Verde ONG Rizomar
✪✪✪ FACILITADORES ✪✪✪
Jérôme Sensier
.
Francês, geógrafo-urbanista de formação, resiliencialista, mora no Brasil há 4 anos. Nos últimos 3 anos, estudou por conta própria as questões de crises ambientais e energéticas, em paralelo realizou vivências e formações em permacultura, novos sistemas de governança e gestão de projeto pelo Brasil. Se especializou sobre estratégias de resiliência e de pensamento biorregional.
.
Victor Mal
.
Brasileiro, cineasta, comunicador,
permacultor e colapsologo convertido. Em 2017 foi um dos idealizadores do projeto Corra para o Verde, onde percorreu o Brasil por 2 anos, visitando, mapeando e produzindo conteúdo audiovisual para iniciativas de transição. Sempre na busca de novos tipos de ferramentas de articulação de atores, como difusão de conhecimento de maneira lúdica e pedagógica.

Post Author: ricanelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *